Sacola de Compras

* Calcule seu frete na página de finalização.

* Insira seu cupom de desconto na página de finalização.

A ORIGEM DO ÂMBAR

O âmbar báltico é uma resina fóssil orgânica formada há cerca de 30 a 50 milhões de anos por pinheiros (pinus succinites), hoje extintos, da região da Escandinávia.

Devido à um aumento na temperatura ambiente naquela época, estes pinheiros começaram a produzir grande quantidade de âmbar. Esta imensa quantidade de ambar foi carregada para o Mar Báltico devido à fatores geográficos das placas tectônicas, e o âmbar báltico se espalhou principalmente nas regiões de Kaliningrado e Lithuânia onde é extraído através de mineração e pesca, respectivamente.

É muito raro, mas o âmbar báltico pode conter em seu interior insetos e outros animais da época em que se formou, constituindo-se, assim, numa coleção paleontológica de grande valor.

Âmbar existe em vários países, mas esta região báltica, mais precisamente de Kaliningrado, detém cerca de 90% de todos os depósitos mundiais de âmbar de alta qualidade. Significa que o âmbar é muito mais precioso, valioso, raro e benéfico do que qualquer outro tipo de âmbar. Sabe por quê? Porque além de ser milenar, o âmbar báltico é a única resina fóssil no mundo que contém de 3 a 8% de ácido succínico, uma substância naturalmente terapêutica muito eficaz no combate à inflamações e melhoras no sistema imunológico. Em contato com o calor da pele que absorve tal ácido, inicia-se o processo terapêutico. Fascinante conhecer mais sobre o que é âmbar báltico, não é?

O ÁCIDO SUCCÍNICO E SEUS BENEFÍCIOS

Este poderoso antioxidante , substância médica cientificamente examinada, ajuda a combater os radicais livres e alcalinizar o sangue. O ácido succínico também pode estimular a recuperação do sistema neural e reforçar o sistema imunológico, combatendo inflamações, amenizando algumas dores e reduzindo o estresse. Por isso que, artificialmente, na industria farmacêutica e alimentícia, este ácido é utilizado em alguns medicamentos e suplementos alimentares.

A maior parte do ácido encontra-se na camada externa da “pedra” de âmbar, por isso os modelos de acabamento bruto são mais eficazes.

Investigações científicas recentes revelaram também que o ácido succínico tem uma influência muito positiva sobre o corpo humano.

 

BENEFÍCIOS DO ÂMBAR BÁLTICO

 

BEBÊS E CRIANÇAS

  • Calmante natural;
  • Analgésico e antisséptico (antiinflamatório) natural;
  • Estimula e melhora o sistema imunológico;
  • Alivia dores na fase de dentição;
  • Reduz processos inflamatórios, principalmente nas gengivas, garganta e ouvidos;
  • Auxilia a recuperação do corpo nos resfriados, gripes e febres;
  • Diminui as reações adversas das vacinas iniciais;
  • Melhora o sono;
  • Alivia cólicas;

 

JOVENS E ADULTOS

  • Analgésico e antisséptico (anti-inflamatório) natural;
  • Estimula e melhora o sistema imunológico;
  • Auxilia no tratamento de artrites, tendinites e reumatismo;
  • Reduz processos inflamatórios, principalmente de garganta;
  • Auxilia na alcalinização do sangue, pois é um antioxidante;
  • Remove energias negativas e influências psíquicas de outras pessoas;
  • Age diretamente no 3º chakra (plexo solar) equilibrando as energias.
  • Ameniza o Stress;

 

TERCEIRA IDADE

  • Fibromialgia
  • Dores
  • Reumatismo
  • Stress
  • Artrites
  • Enxaquecas
  • Imunidade
  • Melhora o sono

 

DÚVIDAS FREQUENTES SOBRE O ÂMBAR

 

É perigoso o bebê usar colar de âmbar?

Não, o colar de âmbar possui um fecho especial (Rosca) onde elimina qualquer possibilidade de sufocamento ou acidentes diversos além de amarração “entre as contas” deixando o colar ainda mais forte e resistente. Essa resistência no colar segue rigorosas normas de segurança da comunidade européia. Quando o colar sofre uma pressão incomum, o lado Fêmea do fecho se rompe eliminando qualquer tipo de risco de sufocamento. O uso do colar de âmbar, pulseira ou qualquer outra peça âmbar ou não deve ser supervisionada pelo pais.

 

O Âmbar realmente funciona?

A resposta é sim! Para cada estágio da vida o Âmbar age de uma forma diferente trazendo diversos benefícios para o usuário da jóia. O Âmbar vem se tornando cada dia mais popular em nosso país e isso atesta sem sombras de dúvidas que seus benefícios são reais! Na maioria das vezes, o Âmbar é adquirido como colar para aliviar as reações devido ao nascimento dos primeiros dentinhos e depois disso, a família toda começa a usar um colar, pulseira ou outra jóia que além de serem lindas entregam benefícios incríveis para a saúde, melhorando de forma significativa o dia a dia do usuário.

 

Como saber se o Âmbar é original?

Como saber se o Âmbar é original?
Existem vários testes caseiros que podem ser feitos, da água com sal, do solvente, do cheiro mas entre todos eles podem ocorrer variáveis e margens de erro:
Água com sal: tem que colocar a quantidade correta de sal.
Cheiro: cada pessoa tem uma memória de cheiro que irá buscar para realizar a comparação.

Solvente: depende muito do tato de cada pessoa.

Aqui na EcoÂmbar, buscamos uma base científica, todos os lotes dos nossos produtos são enviados para a realização do laudo de um gemologo que é o profissional especializado em pedras preciosas.

Link do CRA Geólogo
https://creaweb.crea-pr.org.br/consultas/menupub.asp

 

A partir de qual idade pode usar o âmbar?

Indicamos que em recém nascidos seja usada a pulseira ou o colarzinho dando duas voltinhas no tornozelo ou punho até os 3 meses, após esse período pode ser utilizado o colar de 33cm que geralmente serve até aproximadamente 4 anos de idade.

 

Quais cuidados devo ter com o Âmbar?

Para obter ao máximo os benefícios do Âmbar, a resina deve estar em contato direto e contínuo com a pele. Quanto maior a freqüência de uso, mais perceptível os efeitos terapêuticos.

Para bebês menores de três meses, recomendamos por questões de segurança, retirar o colar do pescoço na hora de dormir e enrolar a joia no tornozelo do bebê, por debaixo do pijama. Desta maneira o Âmbar estará em contato com a pele de forma contínua potencializando os efeitos do Âmbar.

Não e recomendado entrar no mar, piscina ou tomar banho com sua jóia. O contato constante com hidratantes corporais, protetores solares, sabonetes, repelentes, cloro de piscina ou xampus, podem prejudicar a eficácia terapêutica do Âmbar.
Por se tratar de uma resina natural, o Âmbar é delicado e pode rachar se sofre algum impacto ou submetido à alta pressão.

 

Como posso limpar minha jóia de Âmbar?

Para limpar sua joia de Âmbar utilize em uma vasilha um pouco de água morna e algumas gotas de sabão líquido neutro e esfregue com cuidado as contas com a flanela de microfibra, as mesmas utilizadas para limpeza de óculos. Deixe secar naturalmente. Esse procedimento deve ser feito sempre que necessário.

 

Posso tomar banho ou entrar no mar ou piscina usando minha jóia de Âmbar?

Não e recomendado entrar no mar, piscina ou tomar banho com sua jóia.

O contato constante com hidratantes corporais, protetores solares, sabonetes, repelentes, cloro de piscina ou xampus, podem prejudicar a eficácia terapêutica do Âmbar. Por se tratar de uma resina natural, o Âmbar é delicado e pode rachar se sofre algum impacto ou submetido à alta pressão.

 

Qual o tamanho ideal do colar de Âmbar?

  • De 0 à 4 anos – colar 33cm
  • De 05 à aproximadamente 11 anos – colar 38 cm
  • De 11 em diante – colar 45 cm

Esses tamanhos podem variar conforme a pessoa, caso tenha dúvida indicamos medir a circunferência do pescoço.

 

Qual o tamanho ideal da pulseira ou tornozeleira?

  • A partir de 0 à 5 anos – 14cm
  • A partir de 06 à 11 anos – 17cm
  • A partir de 11 anos em diante – 19cm

Esses tamanhos podem variar conforme a pessoa, caso tenha dúvida indicamos medir a circunferência do punho ou tornozelo.

 

Diferenças entre Âmbar bruto ou polido

Uma dúvida comum na hora de escolher o acessório de âmbar báltico é em relação ao polimento.
Tanto o âmbar polido quanto o não polido são lisos e não possuem toque áspero. As contas de âmbar não vão machucar o seu bebê, independente do tipo de acessório que ele usar.

  • Âmbar não polido: as contas do colar são confeccionadas com âmbar em seu estado bruto, sem nenhum tratamento. Sendo assim, ele apresenta um visual mais fosco. No entanto, isso não influencia o seu toque, que não é áspero. O âmbar sem polimento pode ser levemente mais eficaz do que o âmbar polido, pois ao entrar em contato com a pele ele libera cerca de 3 a 4% maior quantidade de acido succínico, substância que gera efeito anti-inflamatório e analgésico.
  • Âmbar polido: quando o âmbar recebe polimento, se torna brilhante e levemente mais translúcido.